AADIC

É URGENTE:
PREVENIR, DIAGNOSTICAR E TRATAR

MENSAGEM DO PRESIDENTE

Em boa hora um grupo de pessoas tomou a iniciativa de constituir a Associação de Apoio aos Doentes com Insuficiência Cardíaca (AADIC), concretizada em cartório notarial, a 5 de Maio de 2017.

Com o competente e eficiente apoio da “Creative Press”, logo iniciámos as reuniões de Direção, inicialmente na nossa sede oficial, na Fundação Portuguesa de Cardiologia, entidade à qual muito agradecemos e, posteriormente, por ação da Dra. Maria José Rebocho, que integra o nosso Conselho Técnico – Científico, no Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide, Oeiras.

Nesta nossa primeira fase, a AADIC tem contado com pequenas doações de algumas empresas, às quais, naturalmente, estamos gratos, que utilizámos para nos organizarmos e implementarmo-nos no terreno.

Temos também correspondido, presencialmente, em eventos para os quais vamos sendo convidados, e que, para além do mais, publicita a nossa existência. Foi também adquirido um telemóvel para que eventuais interessados possam contactar a Associação, uma vez que esta ainda não dispõe de serviços administrativos.

O que foi feito, sendo bom, é ainda claramente insuficiente para a concretização do nosso primordial objetivo, divulgação da doença e dos seus principais sintomas, por forma a que eventuais doentes, familiares, curadores e profissionais de saúde, possam diminuir as suas consequências nas pessoas e na sociedade.

Sendo as nossas relações com algumas empresas, que operam na área da Saúde, muito consistentes e agradáveis, carecem, em minha opinião, de aprofundamento e de serem alargadas a outras áreas, nomeadamente à sponsorização, como forma de acelerar o reconhecimento da Insuficiência Cardíaca como uma das doenças crónicas de maior dimensão.

Em 2018 pretendemos ser recebidos na Assembleia da República, pelos Grupos Parlamentares dos partidos políticos que ali têm assento e captar novos mecenas ou parceiros que se queiram juntar à nossa cruzada.

Termino apelando, a todos, eventuais doentes ou pessoas que com eles se relacionem, para que se associem à AADIC, contribuindo, assim, para aumentar a sua importância e audição.

A melhoria da saúde da nossa população é o que nos move, e ela, creiam, não depende só do Estado.

Vicente Moura
Presidente da AADIC

20/12/2017

QUEM SOMOS

A AADIC – Associação de Apoio aos Doentes com Insuficiência Cardíaca é uma Associação de âmbito nacional que tem por objetivo divulgar a Insuficiência Cardíaca e respetivos sintomas e o apoio a doentes com IC e seus familiares, sem qualquer fim lucrativo.

A Associação de Apoio aos Doentes com Insuficiência Cardíaca – AADIC foi formalmente constituída no dia 5 de Maio de 2017, Dia Europeu da Insuficiência Cardíaca.

Surgiu da vontade e iniciativa de um grupo informal de doentes que, de forma pró-activa procura, junto de doentes, cuidadores e público em geral, promover o conhecimento sobre o que é e como lidar com a Insuficiência Cardíaca, bem como com as doenças do coração que a ela conduzem. É ainda objectivo da AADIC alertar profissionais de saúde e decisores para as necessidades dos doentes com Insuficiência Cardíaca e contribuir para a melhoria dos cuidados de saúde prestados aos doentes.

O Comandante Vicente Moura é o atual presidente da Associação, que é ainda composta por um Conselho Técnico-Científico do qual fazem parte a Professora Doutora Cândida Fonseca, médica cardiologista e Internista do Hospital São Francisco Xavier, a Dra. Maria José Rebocho, médica cardiologista do Hospital de Santa Cruz e a Dra. Dulce Brito, médica cardiologista do Hospital de Santa Maria.

A AADIC, para além da sua sede, tem presença online através de uma página de Facebook – onde semanalmente são publicados conteúdos científicos, conselhos e esclarecimentos sobre como viver com Insuficiência Cardíaca para garantir uma melhor qualidade de vida.

MISSÃO E OBJETIVOS

A Associação tem por missão apoiar os doentes, familiares e amigos que convivem com a Insuficiência Cardíaca, prosseguindo os seguintes objetivos:

A. Promover a divulgação, informação e sensibilização pública sobre a Insuficiência Cardíaca;
B. Promover uma diferenciação positiva no diagnóstico, referenciação, tratamento e acompanhamento dos doentes com Insuficiência Cardíaca;
C. Promover o conhecimento e aquisição de competências na área da Insuficiência Cardíaca;
D. Aconselhar e apoiar as pessoas que sofram de Insuficiência Cardíaca;
E. Cooperar com os profissionais de saúde, indústria farmacêutica, serviços e entidades públicas ou privadas;
F. Integrar Organismos Internacionais representativos de associações nacionais de doentes com Insuficiência Cardíaca;
G. Cooperar com associações congéneres;
H. Criar um centro de informação para os doentes e todos os interessados e emitir um boletim informativo periódico, sendo o seu âmbito de ação nacional.

Para a prossecução dos seus fins a Associação pode desenvolver quaisquer iniciativas com eles relacionados, designadamente:

a) participar ou organizar eventos científicos, reuniões, seminários e congressos, contribuindo para uma maior consciencialização dos doentes, familiares, profissionais e da sociedade;
b) promover estudos e projetos de investigação, divulgação da doença, de novos medicamentos e formas de tratamentos e a colaboração estreita e regular entre todos os associados;
c) estabelecer a cooperação com outras associações e organismos públicos ou privados, cuja atividade se exerça em áreas conexas;
d) divulgar ao público em geral e a grupos de interesse em particular, informação sobre a Insuficiência Cardíaca e especificamente sobre a prevenção, diagnóstico, cuidados de saúde e aspectos jurídicos;
e) editar publicações relacionadas com os seus fins e atividades; filiar-se em organizações internacionais que prossigam fins convergentes, semelhantes ou complementares;
f) estabelecer protocolos de colaboração com entidades públicas e privadas, tendo em vista a prossecução dos seus fins;
g) praticar, em geral, todos os atos necessários e convenientes à prossecução dos seus fins, de acordo com as regras estabelecidas nos presentes Estatutos.