A Insuficiência Cardíaca é uma síndrome frequente prevendo-se um crescimento rápido do número de doentes nos próximos anos. Trata-se de um quadro complexo, que implica uma séria deterioração da qualidade de vida, potencialmente fatal e ainda largamente desconhecido pela população.

É a única síndrome cardiovascular cuja prevalência está a aumentar, afetando cerca de 4,5% da população geral, mais de 10% da população com mais de 70 anos e mais de 16% acima dos 80 anos. As projeções apontam para cerca de 400 mil portugueses com este diagnóstico já em 2018, com um crescimento exponencial nos próximos anos.

Saiba mais em: atlasdasaude.pt